Perguntas Frequentes

1. Como posso candidatar o meu projeto?
Para aceder aos formulários de candidatura deverá criar um registo na plataforma de candidaturas, introduzindo o nome da Empresa, contacto de telefone, e-mail e criação de uma password. Após o registo, receberá um e-mail para confirmação da conta (caso não o receba dentro de alguns minutos, por favor confirme a sua caixa de Spam). Assim que confirme o registo da conta, poderá aceder à plataforma e iniciar o processo de candidatura.

Para submeter uma candidatura deverá primeiro criar a entidade com a qual pretende efetuar a candidatura. Depois terá de selecionar uma categoria e preencher os campos seguintes.
Poderá gravar a qualquer altura a sua candidatura. No final do seu preenchimento, deverá selecionar o botão "Gravar” e a candidatura ficará guardada. Mais tarde poderá dar continuidade ao processo de submissão da candidatura.

2. Quais são as categorias a concurso?

As categorias a concurso ao Prémio Nacional de Turismo são: Turismo Autêntico, Turismo Inovador, Turismo Inclusivo, Turismo Sustentável e Turismo Gastronómico.

O Júri irá ainda nomear uma personalidade pelo seu importante contributo para o setor do turismo, mas não existe qualquer candidatura a esta categoria.

No site www.premionacionalturismo.pt  poderão ser consultados mais detalhes sobre as cinco categorias a concurso.

3. Até quando posso submeter uma candidatura?

As candidaturas ao Prémio Nacional de Turismo 2022 terminam no dia 31 de maio de 2022.

Para mais informações sugere-se a leitura do Regulamento disponível em www.premionacionalturismo.pt.

4. Quem se pode candidatar ao Prémio Nacional de Turismo?

Ao Prémio Nacional de Turismo poderão candidatar-se todas as entidades com personalidade jurídica, com ou sem fins lucrativos, de forma individual ou em parceria.

As entidades podem ser de qualquer setor de atividade, sendo obrigatório que o Projeto tenha como foco principal os turistas (nacionais e/ou internacionais). Nos Projetos em parceria, pelo menos um dos parceiros tem que ter um CAE do setor do turismo.

Os projetos submetidos pelas entidades deverão ter sido iniciados e/ou implementados em data igual ou posterior a 1 de janeiro de 2019, independentemente da data de início de atividade da entidade promotora.

Consideram-se excluídas da participação no Prémio Nacional de Turismo 2022 as entidades que, à data de apresentação da candidatura:

  • não cumpram os requisitos necessários;
  • não preencham corretamente o formulário de apresentação da candidatura; e
  • tenham sido vencedores de edições anteriores do Prémio Nacional de Turismo, e que sejam candidatos ou nomeados à presente edição, na mesma categoria com o mesmo projeto.
5. Tenho de ser Cliente BPI para poder candidatar o meu projeto?

Não. Qualquer entidade poderá candidatar-se ao Prémio Nacional de Turismo 2022, independentemente de ser ou não Cliente BPI.

Para conhecer todos os critérios de elegibilidade ao Prémio Nacional de Turismo, sugere-se a leitura do Regulamento , disponível em www.premionacionalturismo.pt.

6. Fui um dos vencedores numa das edições passadas do Prémio Nacional de Turismo. Posso concorrer novamente?
Sim, desde que seja a outra categoria ou com outro projeto, diferente do projeto vencedor.
7. Como posso valorizar a minha candidatura?

Para saber como valorizar a sua candidatura, poderá consultar a e o Regulamento , onde estão descritos os principais critérios de avaliação.   

8. Quais são os prémios para os vencedores?

Os prémios a atribuir aos vencedores de cada uma das Categorias a concurso (Turismo Autêntico, Turismo Inovador, Turismo Inclusivo, Turismo Sustentável e Turismo Gastronómico) são os seguintes:

  • vídeo de 2 minutos sobre a empresa/projeto, legendado em inglês, para divulgação nos canais Impresa e BPI e para utilização pela empresa vencedora;
  • sticker físico e digital do Prémio Nacional de Turismo para utilização pelas empresas vencedoras;
  • referência no Boa Cama Boa Mesa do ano seguinte como vencedor do Prémio Nacional de Turismo (este prémio é exclusivo para as empresas e projetos que se enquadrem nos setores de Alojamento e Restauração);
  • destaque nos meios Impresa sobre as empresas e projetos vencedores e finalistas.